quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

SECRETARIA NACIONAL DA JUVENTUDE DIALOGA COM NOVOS PREFEITOS SOBRE PLANO JUVENTUDE VIVA

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 0
Em oficina de evento oficial de Brasília, gestores municipais entendem como pactuar com o governo para implementar o Plano de forma independente em suas cidades



O Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, que está acontecendo em Brasília desde o dia 28 e termina hoje, apresentou aos novos gestores municipais os programas do Governo Federal que têm reflexo direto nas Prefeituras. Entre a programação de capacitação do evento, a Oficina “Juventude Viva”, realizada pela Secretaria Nacional de Juventude, vinculada à Secretaria-Geral da Presidência da República, e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), abordou o Plano de Prevenção à Violência contra a Juventude Negra, denominado Juventude Viva, que tem como objetivo reunir ações de prevenção , reduzindo a vulnerabilidade dos jovens a situações de violência física e simbólica. Os palestrantes narraram aos presentes o diagnóstico, as estratégias e as formas de implementação da iniciativa, além de esclarecer dúvidas e dialogar sobre a criação e desenvolvimento do Plano na prática, conforme os contextos locais que cada gestor enfrenta.
Gilberto Carvalho, ministro da Secretaria-Geral, iniciou as falas destacando duas características principais do Plano. A primeira, quanto ao conteúdo: “é alarmante o número de jovens vítimas da violência, particularmente a juventude negra. Nós estamos tristes, abalados, com as mortes em Santa Maria, [...], mas não podemos esquecer,  como disse a Luísa Barros ontem, que, a rigor, cada semana no Brasil é como se a gente queimasse mais que uma boate daquela. [...] Pode parecer fantasia, mas é real. E a gente não sente tanta dor, porque infelizmente a gente vai se familiarizando terrivelmente com esses dados, e por ser em geral a juventude pobre e negra parece que diminui ainda mais a sensibilidade da sociedade”. A segunda, com relação ao método, que de forma inovadora entre as políticas públicas, envolve vários Ministérios - Saúde, Justiça, Educação, Esporte e Direitos Humanos, entre outros. E é exatamente por isso que “não há nenhuma possibilidade de acontecer sem os estados e municípios”, atentou...


É parte essencial do Programa criar oportunidades para que os próprios jovens criem suas atividades de deconstrução da cultura de violência. “Para que seja oferecido um serviço que ele necessita”, reflete Ana Rita de Castro, professora, ativista do movimento jovem e feminino, agora secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Goiânia. Ela afirma que já viu chacinas em seu próprio bairro e imagina para seu município uma ação forte de inclusão digital.


O Programa, então, não é um pacote fixo para ser imposto a qualquer cidade. A ideia é cada vez mais incorporar, na prática, as demandas, explica Fernanda Papa, coordenadora do Programa. Os convênios e cronogramas de planejamento estão começando a ser fechados e já há novas ideias surgindo - de “caravanas culturais”, por exemplo, um ônibus-palco. Para os representantes que ali estavam. É uma “oportunidade histórica”, realizado a partir de um “esforço inédito do conjunto do governo e da sociedade”. 

Fonte: Fora do Eixo

 

TAMOIOS - EQUIPE DA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE FAZ OPERAÇÃO NO PARQUE MUNICIPAL DO MICO LEÃO DOURADO

Aconteceu neste sábado (26/01), pela manhã, uma operação da Secretaria de Meio Ambiente com apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal, Postura, SECAF e secretaria de Agricultura de Cabo Frio, com o intuito de retirar as cercas e resíduos de construção civil jogados de forma ilegal dentro do Parque Municipal do Mico Leão Dourado, que fica no bairro Centro Hípico em Tamoios.
 Esta operação deu-se após serem encontrados diversos focos de lixo depositados ao longo dos anos no local e uma grande área desmatada, cercada e sinalizada como área particular. Os troncos utilizados para cercar a área eram provenientes dos cortes das árvores do Parque, e foram devidamente apreendidos.
 Foi retirada boa parte do lixo encontrado no interior da Unidade de Conservação, como cercas e placas que sinalizavam o local como área particular com IPTU.
 Segundo a secretária de Meio Ambiente, Vanessa Lima, estas operações em Tamoios serão mais intensificadas, atendendo a uma solicitação do prefeito Alair Corrêa.
 
OPERAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COM APOIO DA POSTURA

ÁREA DO PARQUE DEGRADADA E CERCADA
 
ÁREA DO PARQUE DEGRADADA E CERCADA
 
 
ÁREA DO PARQUE DEGRADADA E CERCADA

OPERAÇÃO DE RETIRADA DAS CERCAS E LIMPEZA DO PARQUE COM APOIO DA POSTURA E COORDENAÇÃO DE BRUNO MARQUES
 
 ÁREA DO PARQUE SINALIZADA COMO PARTICULAR
 
LIXO NO INTERIOR DO PARQUE - CARCAÇA DE TELEVISORES

LIXO NO INTERIOR DO PARQUE -  RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO
 
 LIXO NO INTERIOR DO PARQUE -  VIDRO, GARRAFA PET, AGLOMERADOS...
 
 RECOLHIMENTO DO LIXO COM APOIO DA SECAF
 
FISCALIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COM APOIO DA GUARDA MUNICIPAL
 

APOIO DA POLÍCIA MILITAR
 

NO INTERIOR DO PARQUE AS PLACAS  QUE SINALIZAVAM COM ÁREA PARTICULAR
COM IPTU FORAM DEVIDAMENTE RETIRADAS
 

NO INTERIOR DO PARQUE ALGUMAS ÁREAS SINALIZADAS COMO PARTICULAR
COM IPTU
NO INTERIOR DO PARQUE ALGUMAS ÁREAS SINALIZADAS COMO PARTICULAR
COM IPTU
 

ÁREA APÓS RETIRADA DO LIXO


domingo, 27 de janeiro de 2013

APÓS 30 ANOS, BRASIL FARÁ NOVO LEVANTAMENTO SOBRE FLORESTAS

domingo, 27 de janeiro de 2013 1
Após 30 anos, Brasil fará novo levantamento sobre florestas

O governo brasileiro anunciou que deve fazer um levantamento detalhado sobre suas florestas, 30 anos após o último inventário do tipo ter sido realizado no país.

A pesquisa mais recente foi divulgada em 1983, com dados levantados no fim da década de 70, e não levou em consideração todo o território nacional.

Além disso, o foco foi a quantidade de madeira disponível.

Desta vez, o estudo, que já teve início em 2011 em caráter de teste no Estado de Santa Catarina e no Distrito Federal, deverá abranger florestas de todo o país, incluindo a Amazônia.

O plano é coletar informações sobre tipos de árvores existentes, qualidade dos solos, áreas degradadas e estoque de biomassa e estima-se que o trabalho seja concluído em 2016.

O custo é avaliado em R$ 150 milhões, dos quais R$ 65 milhões serão liberados do Fundo Amazônia, administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Em 2009, o Brasil firmou um compromisso para reduzir em 80% o desmatamento da Amazônia até 2020.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse que nenhum outro país do mundo com dimensões da envergadura do Brasil possui um estudo como esse.

Estima-se que 62% da área total do país (8,5 milhões de quilômetros quadrados) sejam compostos por florestas.


FONTE: BBC Brasil

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

SECRETÁRIA DE MEIO AMBIENTE EM TAMOIOS

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 0
Ontem (24) em visita a Tamoios, a Secretária de Meio Ambiente, Vanessa Arduína Lima, esteve reunida na subprefeitura com Bruno Marques e pode acompanhar de perto algumas das demandas e necessidades iniciais  no que tange a questão Ambiental em nosso Distrito.

SECRETÁRIA DE MEIO AMBIENTE - VANESSA LIMA, BRUNO MARQUES, MARCELA DA FISCALIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE EM TAMOIOS

 
CRIME AMBIENTAL

No último sábado (18) com o apoio da fiscalização ambiental foi feito um patrulhamento no Parque do Mico Leão Dourado e constatamos diversas irregularidades, invasões e degradação na Unidade de Conservação. A Lei de Crimes Ambientais – Lei 9.065/98 é bem clara no seu artigo 40 – Causar dano direto ou indireto às Unidades de Conservação independente de sua localização é crime, podendo o infrator ser penalizado com reclusão de um a cinco anos.




 

PREFEITURA E SINDICATOS AGUARDAM DECISÃO DO TCE-RJ SOBRE O PCCR


O prefeito Alair Corrêa reuniu-se no fim da tarde desta quinta-feira (24/1) com representantes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (SEPE), da Associação dos Guardas Municipais de Cabo Frio (AGMCF), do Sindicato dos Servidores Públicos de Cabo Frio (Sindicaf), da Associação de Funcionários Municipais (AFM) e do Sindicato dos Profissionais da Saúde (Sindisaúde).

O motivo da reunião foi notificar a estas entidades que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) está analisando a legalidade do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações dos Servidores de Cabo Frio (PCCR) tanto para o quadro de funcionários do Executivo quanto para o Magistério.
 
Atendendo à orientação do TCE-RJ, o prefeito Alair Corrêa informou aos representantes dos sindicatos que não poderia efetuar o pagamento do adicional referente ao PCCR enquanto não for julgada a legalidade do mesmo pelo colegiado do Tribunal.
 
Na reunião ficou acordado que tanto o governo quanto os sindicatos aguardariam a decisão em plenário do TCE para que, sendo considerado ilegal, seja editado um novo plano pela Prefeitura- sugestão proposta pelo prefeito e aceita pelas partes.
 
Caso o TCE-RJ considere que o PCCR não ofende nenhum dispositivo legal, uma folha suplementar de pagamento –exclusiva para o adicional retido – será rodada e paga pela Prefeitura.

Texto: Walter Biancardine
Foto: Fábio Pereira

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

SAÚDE DE CABO FRIO ERA CASO DE POLÍCIA

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 0
Por Álex Garcia
 
Sei que deveria fazer um longo texto mostrando a minha indignação com as condições que se encontravam armazenados os remédio usados e distribuídos pela Secretaria de Saúde no Governo Marcos Mendes (PSDB), mas nenhuma palavra pode descrever as cenas dos quase 70 mil remédios vencidos (alguns desde 2008), além dos remédios na validade ruídos por ratos, remédios largados em meio as baratas e as fezes de roedores e outros insetos, fico sem ter como descrever, por isso deixo as imagens abaixo que falarão por si só como Marcos Mendes e seu aliado Janío Mendes (PDT) tratavam a saúde de nosso povo.
 
 








 
FONTE: BLOG CARTÃO VERMELHO

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

PROJETO DE LEI QUE EXTINGUE A SECAF E CRIA A COMSERCAF É VOTADO NA CÂMARA

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013 0


O Projeto de Lei do prefeito municipal de Cabo Frio, Alair Corrêa, que extingue a autarquia de serviços públicos – SECAF – foi votado na sessão desta quinta-feira (18), na Câmara Municipal de Cabo Frio. Em sessão extraordinária, os 17 vereadores da casa votaram a favor para a extinção da autarquia.

O presidente da casa, Marcello Corrêa, convocou uma sessão extraordinária para que o Projeto de Lei Nº 050/2013, referente a extinção da SECAF, e o Projeto de Lei Nº 051/2013, que corresponde a criação da Companhia de Serviços de Cabo Frio – COMSERCAF, fossem levados a votação. O voto a favor dos dois projetos foi unânime entre os vereadores. 

 
BLOG TAMOIOS URGENTE ◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates ► Distribuído por Templates